Morre vocalista da banda Renato e Seus Blue Caps

Em 28/07/2020

Tempo de leitura: 2 minutos

Internado desde a serxta-feira(17Julho2020) por complicações cardíacas e pulmonares, o vocalista Renato Cosme Vieira de Barros, da banda Renato e Seus Blue Caps, morreu aos 76 anos. No dia 17, ele deu entrada na Unidade de Terapia Intensiva(UTI) do Hospital de Clínicas em Jacarepaguá, Zona Oeste. O músico deixa duas filhas e duas netas.

Numa rede social, os parceiros de banda, que surgiu em 1958, despediram-se do vocalista, no início da tarde desta terça-feira(28Julho2020). “Nosso amado e muito querido cantor, compositor e guitarrista não suportou tanto sofrimento e descansou“, diz um trecho do post.

O carioca Renato Barros foi internado após sentir fortes dores no rosto. Os exames detectaram a necessidade de se fazer uma cirurgia cardíaca de dissecção da artéria aorta.

O último boletim médico, divulgado no domingo(26Julho2020), dizia: “Seu estado de saúde continua muito grave, ele está ainda muito debilitado, todos sabemos que seus pulmões merecem cuidados intensivos, porém está reagindo muito bem à cirurgia. Os médicos e enfermeiros, sempre muito carinhosos e presentes, estão cuidando muito bem do nosso artista, que ainda precisa muito das nossas orações“.

O cantor, compositor e guitarrista brasileiro Renato Cosme Vieira de Barros,  conhecido por Renato Barros, nasceu no dia 27 de Setembro de 1943 no Rio de Janeiro e faleceu nesta terça-feira(28Julho2020).

Foi vocalista, guitarrista e fundador do grupo musical Renato e Seus Blue Caps.

História da Banda

Grupo formado em 1960 pelos irmãos Renato Barros, Ed Wilson e Paulo César Barros, Euclides de Paula(futuro guitarrista-solo e arranjador do grupo instrumental The Pop’s) e Gelson, jovens moradores do bairro da Piedade, no Rio de Janeiro, com o nome Bacaninhas do Rock da Piedade.

O primeiro nome foi censurado e o grupo mudou de nome, inspirados num conjunto norte-americano de rock and roll e rockabilly, Gene Vincent and His Blue Caps. Tocaram no rádio e em programas de televisão, como Os Brotos Comandam, da TV Rio, apresentado por Carlos Imperial.

Gravaram o primeiro compacto em 1962 e se notabilizaram principalmente pelas versões que faziam de músicas de língua inglesa(a maioria britânicas), como “Não Te Esquecerei“, versão de “California Dreaming“, de The Mamas & The Papas, “Menina Linda“, versão de “I Should Have Known Better“, “Até o Fim“, versão de “You Won’t See Me“,”Tudo O Que Sonhei” versão de “If I Fell‘(ambas de Lennon/McCartney) e “Escândalo“, versão de “Shame And Scandal In The Family” (Donaldson/ Brown).

Em 1963 Ed Wilson saiu do grupo e iniciou carreira solo, sendo substituído por Erasmo Carlos, que teve uma participação breve no grupo. Tornaram-se um sucesso se apresentando no programa Jovem Guarda, em shows, festas e bailes.

Em 1966 apareceram em dois filmes: Na onda do iê-iê-iê e Rio, Verão & Amor. O grupo era formado por Renato Barros, voz e guitarra; Paulo César Barros, voz e contrabaixo; Erasmo Carlos, substituto de Edson Barros, voz; Carlinhos, guitarra; Tony e mais tarde Gelson, bateria; e Cid, saxofone.

Foram integrantes: Paulo César Barros, Carlos Coparronni, Ed Wilson, Roberto Simonal, Cláudio, Ivan Botticelli,Erasmo Carlos,Toni, Carlinhos, Mauro Motta, Pedrinho, Ivanilton, Michael Sullivan, Marquinhos.

Confira alguns dos sucessos da Banda Renato e seus Blue Caps:

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *