Carlo Acutis tem corpo exposto antes de virar santo e conservação impressiona

Em 05/10/2020

Tempo de leitura: 5 minutos

Na última quinta-feira (1°Outubro2020), o túmulo onde está o corpo do jovem italiano Carlo Acutis, que faleceu por conta de uma leucemia aos 15 anos, chegou a ser aberto para visitação. Carlo veio ao óbito no ano de 2006 e depois de 14 anos seu corpo não se decompôs.

A visitação para adoração do jovem ocorre no Santuário de Espoliação, localizado na cidade de Assis, situada na Itália. Segundo as informações do “Yahoo”, Carlo vai ser beatificado pela igreja católica no dia 10 deste mês de outubro. Carlo era católico fervoroso e chegou a criar um site para registrar a religiosidade das pessoas ao redor do planeta e até certos milagres.

Carlo ficou famoso como “Padroeiro da internet” e há histórias de milagres atribuídos ao jovem, como um caso que ocorreu em Mato Grosso do Sul em 2010.De acordo com informações do Vaticano, uma criança com sérios problemas de saúde chegou a se curar, logo depois que seu avô rezou e tocou as roupas de Carlo, que foram expostas em uma igreja na cidade de Campo Grande. O milagre foi comprovado pela igreja.

As fotos do jovem em seu túmulo se tornaram virais nas redes sociais, e quem vê acredita que ele está em um sono profundo. Seu rosto não demonstra nenhuma deformidade, a pele do rapaz continua rosada e seu corpo em perfeito estado.

Antes de falecer o jovem pediu que seu sofrimento fosse entregue a Deus, ao Papa Bento XVI e também a Igreja, o testemunho de Carlo gerou comoção no mundo todo.

Biografia

O Beato Carlo Acutis nasceu em Londres (Reino Unido) no dia 3 de maio de 1991 e faleceu na Itália às 06h45m do dia 12 de outubro de 2006, com apenas 15 anos, vítima de uma grave doença: a leucemia. Confundida inicialmente com uma inofensiva “caxumba”, o mal acabou se alastrando rapidamente, mesmo com os vários tratamentos, causando-lhe a morte em apenas um mês.

Ele era mais conhecido por documentar milagres eucarísticos ao redor do mundo e catalogá-los em um site que ele mesmo criou nos meses anteriores à sua morte por leucemia. Ele foi conhecido por sua alegria e por suas habilidades com o computador, bem como por sua profunda devoção à Eucaristia, que se tornou um tema central de sua vida.Os pedidos para sua beatificação começaram não muito tempo depois de sua morte e ganhou impulso significativo em 2013 depois que a causa começou e ele se tornou intitulado como um Servo de Deus – o primeiro estágio no caminho para a santidade. O Papa Francisco declarou que ele era venerável em 5 de julho de 2018.

Em 21 de fevereiro de 2020, o Papa Francisco autorizou a Congregação para as Causas dos Santos a promulgar os Decretos que aprovam novas beatificações e canonizações, assim como novos Servo de Deus. Entre um deles o jovem italiano Carlo Acutis. A data oficial da sua beatificação foi, recentemente, confirmada para o dia 10 de outubro 2020.

Carlo Acutis nasceu em Londres em 1991. Seus pais trabalharam em Londres, embora tenham se estabelecido em Milão pouco depois do nascimento do filho, em setembro de 1991. Tornou-se devoto quando criança à Mãe de Deus e recitou rosários frequentes como sinal de sua devoção por ela. Ele comungava frequentemente a partir da recepção de sua Primeira Comunhão (com sete anos no convento de S. Ambrogio ad Nemus) e fazia o esforço de refletir antes ou depois da Missa diante do sacrário.

Acutis também se confessava uma vez por semana. Aqueles ao seu redor sabiam que ele tinha uma paixão por computadores. Ele teve sua educação escolar em Milão e seus estudos do ensino médio estavam sob os jesuítas no Instituto Leão XIII. Ele também teve vários modelos como seus guias para a vida:

  • São Francisco de Assis
  • Santos Francisco e Jacinta Marto (em seu tempo ainda beatos)
  • São Domingos Sávio
  • São Luís Gonzaga
  • São Tarcisio
  • Santa Bernadette Soubirous

Acutis estava preocupado com aqueles amigos cujos pais estavam se divorciando e então ele convidaria os amigos para sua casa para apoiá-los. Ele defendeu os direitos das pessoas com deficiência e defendeu os colegas deficientes na escola quando zombadores frívolos os importunavam. Adorava viajar, visitava Assis mais do que outros lugares.

Ele logo desenvolveu leucemia e ofereceu sua dor tanto pelo papa Bento XVI quanto pela Igreja Católica, na qual ele disse que “eu ofereço todo o sofrimento que hei de ter pelo Senhor, pelo Papa e pela Igreja“. Ele pedira a seus pais que o levassem em peregrinação aos locais de todos os milagres eucarísticos conhecidos no mundo, mas sua piora na saúde impediu que isso acontecesse.

Ser apaixonado por computadores levou Acutis a criar um site dedicado à catalogação cuidadosa de cada milagre relatado, e ele fez isso em 2005 (ele catalogou cada caso desde os onze anos). Apreciava as iniciativas do Beato Tiago Alberione de usar a mídia para evangelizar e proclamar o Evangelho e pretendia fazer isso com o site que ele havia criado.Ele também gostava de edição de filmes e quadrinhos. Foi no site que ele disse: “quanto mais Eucaristia recebemos, mais nos tornaremos como Jesus, para que nesta terra tenhamos uma antecipação do céu“.

O médico que o tratou perguntou se ele estava sofrendo muita dor e respondeu que “há pessoas que sofrem muito mais do que eu“. Ele morreu em 12 de outubro de 2006 às 6h45 da leucemia fulminante M3 e foi enterrado em Assis de acordo com seus desejos. Em 23 de janeiro de 2019, seu corpo foi exumado e, tratado com técnicas de conservação, foi transferido para uma igreja em Assis, onde espera a beatificação para ser finalmente exposto.

Tanto Raffaello Martinelli como Angelo Comastri ajudaram na organização de uma exposição fotográfica itinerante de todos os locais de milagre eucarísticos em sua homenagem. Desde então, viajou para dezenas de países diferentes nos cinco continentes.

Processo de beatificação

A Conferência Episcopal Lombardiana aprovou a petição para que a causa da canonização fosse introduzida em sua reunião em 2013. A abertura da investigação diocesana foi realizada em 15 de fevereiro de 2013, com o cardeal Angelo Scola inaugurando o processo e concluindo-o em 24 de novembro de 2016. A introdução formal à causa veio em 13 de maio de 2013 e Acutis tornou-se intitulado como um Servo de Deus.

O Papa Francisco confirmou sua vida de virtude heróica em 5 de julho de 2018 e nomeou-o como Venerável . Em 21 de fevereiro de 2020, o Papa Francisco autorizou a beatificação de Carlo. Enfim, em 13 de junho do mesmo ano foi confirmada a data para a cerimônia de beatificação do jovem: no dia 10 de outubro próximo.

O postulador atual para essa causa é a Dra. Francesca Consolini.


Tags: Beato Carlo Acutis, Carlo Acutis, Conferência Episcopal Lombardiana, Corpo conservado, Milagres eucarísticos, Padroeiro da internet, Papa Francisco, Processo de beatificação