Polícia investiga desaparecimento do Padre que saiu para velório e pediu socorro

Em 14/10/2020

Tempo de leitura: 2 minutos

A Arquidiocese da Paraíba acompanha o caso do desaparecimento do Pároco da Igreja de Santa Terezinha, localizada no Bairro do Róger em João Pessoa (PB).

O padre José Gilmar, 48 anos, da paróquia de Santa Teresinha, no bairro do Róger, em João Pessoa, está desaparecido desde o meio-dia desta terça-feira (13Outubro2020).

De acordo com Thiago Melo, secretário da paróquia onde o Padre é Pároco, o padre informou que foi chamado por uma família para realizar uma cerimônia fúnebre. Ele saiu por volta das 11h30 informando que iria comparecer num velório, no entanto não informou onde.

O religioso deixou a igreja no fim da manhã, num veículo institucional da Igreja, um veículo VW Fox, de cor Grafite, com placas QFP-4874. As 12h19m o Padre enviou uma mensagem pelo aplicativo WhatsApp para o Secretário da Igreja de Santa Teresinha, pedindo socorro, no entanto, após o contato, José Gilmar ficou incomunicável.

O irmão da Igreja só visualizou a mensagem por volta das 15h00m, momento em que acionou a polícia. O padre é natural de São Paulo e está na Paraíba desde o mês de Janeiro do corrente ano.

Um boletim de ocorrência foi registrado na Polícia Civil por membros da paróquia. Uma mensagem foi postada na página do Facebook da Paróquia de Santa Teresinha Até o momento não há informações do que pode ter acontecido ao sacerdote.

Expectativa

A Arquidiocese da Paraíba emitiu uma nota, nesta quarta-feira (14Outubro2020), sobre o desaparecimento do padre José Gilmar Moreira, pároco da Paróquia Santa Teresinha, no bairro do Roger, em João Pessoa.

A Arquidiocese informou que acompanha o caso com atenção e que “a informação de que se dispõe oficialmente é que o religioso saiu de casa por volta das 11h desta terça-feira (13) para atender a um pedido de oração das exéquias e, desde então, não há informações sobre o seu paradeiro”.

No texto, a Arquidiocese afirma que todos os religiosos estão unidos em oração para que o caso seja elucidado.

Confira a nota da Arquidiocese:

NOTA OFICIAL

A Arquidiocese acompanha com atenção o caso do desaparecimento do Pe. José Gilmar Moreira, SV, pároco da Paróquia Santa Teresinha, no bairro do Roger, em João Pessoa. 

A informação de que se dispõe oficialmente é que o religioso saiu de casa por volta das 11h desta terça-feira, dia 13, para atender a um pedido de oração das exéquias e, desde então, não há informações sobre o seu paradeiro. Desde o fim da tarde de ontem as autoridades policiais estão empenhadas na solução do caso.

A Arquidiocese, por meio de seu Arcebispo, clero, religiosos, religiosas e fieis de um modo geral, segue unida em oração para que o caso seja elucidado e o desfecho seja o melhor possível.

Nos mantenhamos fortes na fé, perseverantes na oração e confiantes no Deus que não nos desampara.

João Pessoa, 14 de outubro de 2020
Arquidiocese da Paraíba


Tags: Arquidiocese da Paraíba, Bairro do Róger, João Pessoa (PB), Padre José Gilmar, Pároco da Igreja de Santa Terezinha, Paróquia de Santa Terezinha