Médica filha de prefeito é resgatada após 130 horas em cativeiro

Em 22/10/2020

Tempo de leitura: 1 minuto

A médica Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni, que é filha do prefeito de Laranjeiras do Sul, no sudoeste do Paraná, foi resgatada na noite desta quarta-feira (21Outubro220) após mais de 130 horas em cativeiro.

Ela foi sequestrada no final da manhã de sexta-feira (16Outubro2020) na cidade de Erechim, no Rio Grande do Sul, onde trabalha. Desde então as buscas foram iniciadas e Tamires foi encontrada em Cantagalo, aproximadamente 40 quilômetros onde o pai Berto Silva é prefeito.

O resgate aconteceu graças ao trabalho em conjunto do Tático Integrado de Grupos de Repressão Especial (Tigre), do Paraná, e do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), do Rio Grande do Sul.

Reencontro emocionante

Durante os últimos dias a família de Tamires viveu momentos de aflição. Os parentes até chegaram a desmentir uma informação que os sequestradores haviam pedido R$ 2 milhões para liberar a médica.

De acordo com informações da Polícia Civil, Tamires foi sequestrada no momento que deixava a unidade de saúde onde trabalha em Erechim. Ela foi levada no próprio carro, que foi encontrado no mesmo dia, algumas horas mais tarde.

Do local onde o carro foi encontrado abandonado, os criminosos trocaram de veículo e levaram a médica para o cativeiro. No momento do resgate, três pessoas foram presas, sendo dois homens e uma mulher.

A médica não tinha ferimentos. Já na madrugada desta quinta-feira (22Outubro2020), Tamires se reencontrou com a família em Laranjeiras do Sul.

Veja o vídeo emocionante:


Tags: Erechim, prefeito de Laranjeiras do Sul, Rio Grande do Sul, Sequestro médica, sudoeste do Paraná, Tamires Regina Gemelli da Silva Mignoni