Governo estuda parceria privada na transposição do Rio São Francisco

Em 25/11/2020

Tempo de leitura: 1 minuto

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta segunda-feira (23Novembro2020), que o governo estuda uma alternativa para operar e manter o sistema da transposição do rio São Francisco.

A declaração foi feita na página oficial de Bolsonaro após o jornal Folha de S.Paulo publicar que o governo federal planeja privatizar os serviços.

Bolsonaro disse que “a parceria com a iniciativa privada não é uma privatização”, enfatizando que o governo não desistirá “das decisões sobre o uso da água e do patrimônio”.

André Arantes, diretor do Programa de Parcerias de Investimentos criado pela Presidência da República, revelou que a medida visa conseguir ganhos de eficiência.

A gente tem buscado primordialmente a redução de custo. A ideia é perseguir a modicidade tarifária com a garantia da prestação do serviço pelo setor privado”, disse Arantes.

O custo para a manutenção do sistema de transposição é estimado em cerca de R$ 280 milhões por ano.

O investimento na obra passa de R$ 10 bilhões e mais R$ 2 bilhões estão previstos para a conclusão dos 3% que ainda faltam ser construídos.


Tags: parceria privada, Programa de Parcerias de Investimentos, Rio São Francisco, Transposição