Jovens criam pratos de folhas de bananeira que degradam em 60 dias

Em 01/06/2020

Tempo de leitura: 1 minuto


Um grupo de jovens realizou um projeto chamado ‘Planta Chuwa‘, com o objetivo de reduzir a quantidade de plásticos descartáveis que são utilizados diariamente. A idéia foi de criar pratos feitos com folhas de bananeira que se degradam completamente naturalmente em apenas 60 dias.

Com o intuito de obter a resposta para o excesso de contaminação plástica, Josué Soto, liderou um grupo de jovens para trabalhar em conjunto na pesquisa do projeto com pequenos produtores da Amazônia peruana, a quem fornecem um preço justo e treinamento técnico para aproveitar ao máximo os resíduos do cultivo da banana.

O Programa Innóvate Perú está financiando parte do projeto e, graças a isso, a planta de Chuwa conseguiu projetar e fabricar máquinas especializadas para a produção desses pratos biodegradáveis. Com a ajuda dessa tecnologia, a empresa poderia fabricar até 50.000 pratos por mês.

Para começar a expandir seu produto, os jovens conseguiram usá-lo em festivais costumeiros e em festas de padroeiros em várias regiões do país.

O próximo passo, como eles comentam, é apresentar o produto a restaurantes naturais e vinícolas ecológicas.

Placas de plástico levam 500 anos para se decompor, causando um grande impacto ambiental, incluindo danos à flora e fauna do planeta.

"O preço aproximado de venda de nossos pratos é de US $ 30 para cada 100 pratos, dependendo da espessura da chapa, mas com o tempo pode se tornar mais acessível a todos os consumidores", disse Josué.