CAPES faz nova prorrogação de bolsas no País

Em 22/08/2020

Tempo de leitura: 1 minuto

Os benefícios dos mestrados e doutorados ativos no Brasil podem ser atendidos pela medida, que depende de solicitação da IES, diretamente no SCBA.

Para assegurar a continuidade das pesquisas afetadas pela pandemia causada pelo novo coronavírus, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior(CAPES) alterou de três para seis meses o prazo máximo para prorrogação excepcional de suas bolsas ativas de mestrado e doutorado no País. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 20, pela Portaria nº 121/2020.

Benedito Aguiar, presidente da Coordenação disse que a equipe técnica da CAPES avaliou que a pandemia ainda afeta a pós-graduação: “Estamos dando mais tempo para que os estudantes concluam suas pesquisas, minimizando os impactos das restrições impostas pela pandemia”.

O pedido de extensão deve ser feito pela instituição de ensino superior(IES), diretamente no Sistema de Controle de Bolsas e Auxílios(SCBA), a qualquer momento durante a vigência da bolsa cujo beneficiário tenha sido prejudicado pelos contratempos causados pela COVID-19 no desenvolvimento de suas atividades acadêmicas.

Esta é a segunda medida nesse sentido adotada pela Coordenação, desde o início da crise sanitária. Em abril, foi publicada a Portaria nº 55, que beneficiou mais de 20 mil alunos de cursos de mestrado e doutorado, que estavam impossibilitados de desenvolver de forma adequada suas atividades acadêmicas. Segundo o presidente, “essa renovação da prorrogação demonstra a nossa preocupação constante e cuidados com nossos bolsistas”.

As cotas das bolsas continuarão ocupadas durante o período de prorrogação e os programas de pós-graduação não podem substituir os bolsistas durante este período.


Tags: Bolsa Capes, IES, MEC Portaria nº 121/2020., Mestrado e Doutorado, SCBA