Operação Abacaí II: Ibama apreende 572 animais silvestres no Sertão da Paraíba

Em 25/08/2020

Tempo de leitura: 1 minuto

O Ibama, em parceria com a Polícia Ambiental da Paraíba, deflagrou a Operação Abacaí II, a fim de combater a caça e o tráfico de fauna silvestre no Sertão do estado. Em sete dias de trabalhos, a ação culminou na apreensão de 572 animais e na aplicação de cerca de R$ 281 mil em multas.

A fiscalização foi realizada de 17 a 23 de agosto, nas cidades de Cacimbas, Brejo do Cruz, São Francisco, Olivedos, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe e Paulista.

Entre os animais apreendidos, estavam 500 arribaçãs abatidas (Zenaida auriculata); 67 pássaros silvestres de diversas espécies, mantidos ilegalmente em cativeiro; além de cinco tatus da espécie peba (Euphractus sexcinctus), dos quais, quatro estavam vivos.

Os animais abatidos precisaram ser incinerados, enquanto os demais acabaram soltos em habitat natural. A operação também resultou na apreensão de 75 gaiolas utilizadas em cativeiros ilegais de pássaros. Todas foram queimadas.

Denúncias

A caça e os cativeiros ilegais de animais silvestres abastecem o comércio e o tráfico de fauna nativa, retirando da natureza milhares de espécimes, que são postos em situação de maus-tratos e até morrem.

De acordo com o superintendente do IBAMA na Paraíba, Arthur Navarro, o órgão tem priorizado a execução de operações de proteção à fauna silvestre, com ações de inteligência estratégica, mesmo no período de restrições devido à pandemia. “O objetivo é evitar a matança de espécimes e devolvê-los à natureza, assegurando, portanto o seu ciclo reprodutivo”, destacou.

A população pode contribuir com esse trabalho, fazendo denúncias através da Linha Verde, pelo número 0800-61-8080.


Tags: Arribaçãs (Zenaida auriculata), Brejo do Cruz, Caça ilegal de animais silvestres, Cacimbas, Cativeiros ilegais de animais silvestres, IBAMA Paraíba, Olivedos, Operação Abacaí II, Paulista, Peba (Euphractus sexcinctus), Polícia Ambiental da Paraíba, São Francisco, São João do Cariri, São João do Rio do Peixe