Como as brincadeiras em grupo influenciam no desenvolvimento infantil

Em 02/10/2020

Tempo de leitura: 4 minutos

Entenda a importância das brincadeiras para o crescimento saudável de uma criança e qual o papel dos pais nessa fase da vida.

Que a infância é uma das melhores fases das nossas vidas, disso ninguém tem dúvidas. Isso porque, é neste período que descobrimos o mundo e a nós mesmos, formamos nosso caráter e tantas outras coisas importantes que vão pautar o nosso futuro.

Tudo isso, é construído a partir de uma série de fatores que vão influenciar diretamente desenvolvimento infantil: o núcleo familiar, os amigos e até mesmo as brincadeiras do dia a dia cumprem um importante papel neste sentido.
Neste último caso, você pode estar se perguntando: mas, o que as brincadeiras são capazes de ensinar para as nossas crianças?.

Na verdade, é justamente elas que vão ajudá-las a desenvolver o seu lado psicológico e social, sendo indispensável para formação de diversos aspectos como por exemplo a imaginação, criatividade, experiências sensoriais, corporais, dentre outras.

 

Brincar é indispensável para o desenvolvimento infantil

Quando somos criança, toda e qualquer coisa vira brincadeira. Um pedaço de papel, uma caixa de papelão ou qualquer outro objeto pode ser responsável por horas de diversão.

De fato, brincar é realmente muito importante para se ter uma infância saudável e feliz. No entanto, não são apenas esses os benefícios que se pode ter com as atividades.

Na verdade, especialistas afirmam que uma simples brincadeira é capaz de impulsionar o desenvolvimento social e mental da criança, de forma que independente de qual seja o passatempo, há uma série de questões que são trabalhadas durante este momento.

A interação social (quando há outras crianças envolvidas), a imaginação, o senso coletivo e até mesmo a oportunidade de explorar seus sentimentos são aflorados diante de uma atividade lúdica.

É através de brincadeiras que a criança aprende também a expressar os seus sentimentos, como por exemplo quando está feliz, triste, ansiosa ou com medo.

O tipo de brincadeira influencia neste processo?

Como mencionamos anteriormente, toda brincadeira ajuda de alguma forma no desenvolvimento infantil. Seja no senso coletivo, na aquisição de novas habilidades, nos relacionamentos sociais, há sempre algo por trás da mais simples atividade.

Esses estímulos provocados principalmente por atividades em grupo ajudam a aplicar, na prática situações culturais e sociais que aprendem cotidiano.

No entanto, isso não significa que tudo o que ele aprender brincando, vai levar para a sua vida.

Muitos pais, ficam preocupados principalmente quando se trata de brincadeiras consideradas mais ‘violentas’ como por exemplo, as arminhas de pressão e tantos outros brinquedos semelhantes.

Isso porque o ambiente em que a criança vive, bem como o tipo de criação tem muito mais influência do que o tipo de brinquedo que ela brinca.

Quais são os melhores brinquedos e brincadeiras para estimulá-los?

Antes de indicar as brincadeiras, é preciso ter em mente que cada uma delas vai proporcionar um tipo de estímulo diferente no cérebro das crianças.

Algumas, são voltadas para o desenvolvimento motoro, outras para o intelectual, e tudo isso vai depender a faixa etária e de outras particularidades de cada criança e cultura na qual ela está inserida.

No Brasil, por exemplo, é normal vermos crianças já desde pequenas ganhando presentes relacionados ao desenvolvimento de habilidades motoras como bolas, elásticos, cordas, dentre outros objetos.

Já em outros países, como no caso dos orientais, o contato com números e brinquedos que estimulam a inteligência, a concentração e o raciocínio rápido é bem mais comum do que aqui.

Portanto, não existe uma regra sobre qual o brinquedo é o mais adequado. O importante, é que ele esteja de acordo com o que a criança gosta e principalmente, que proporcione momentos de diversão e aprendizado.

A importância dos pais neste processo

Estimular o seu filho a brincar, tanto com outras crianças, quanto com a família é essencial para auxiliar em seu crescimento.

Participar deste processo, separando um tempo para brincar com a criança, você proporciona a ela uma atividade totalmente diferente do que se ela estivesse brincando com outra criança.

Isso porque o adulto é um modelo para as atitudes que serão absorvidas e reproduzidas pela criança posteriormente, estimulando o desenvolvimento da inteligência, pensamento crítico e até mesmo da maturidade.

Além disso, proporcionar momentos descontraídos entre os pais e a criança ajuda a reforçar os laços afetivos e aproximar ainda mais pais e filhos.

Como se preparar para oferecer o melhor para os seus filhos?

Se todo esse assunto te assusta e você não se considera preparado para assumir este papel na vida do seu filho, fique tranquilo.

É normal ter receio em relação a criação dos filhos, principalmente quando falamos de temas tão importantes quanto o de desenvolvimento infantil.

Para lidar com isso da melhor maneira, existem hoje uma série de cursos disponíveis para te ajudar com essas e outras questões.

Os cursos online com certificado de psicologia infantil, bem como o de atividades lúdicas para fazer com as crianças podem te dar um norte sobre a melhor forma de conduzir o aprendizado nesta fase da infância.

Caso seja necessário, você também pode contar com a ajuda de profissionais especializados como pedagogas, educadoras e até mesmo psicólogas para entender melhor sobre o assunto e aplicar os aprendizados no dia a dia com seu filho.


Tags: Amigos, Brincadeiras, Crescimento saudável, Crianças, Criatividade, Desenvolvimento infantil, Experiências Corporais, Experiências Sensoriais, Imaginação, Interação social, Núcleo familiar