Parada cardiorrespiratória mata radialista cajazeirense

Em 07/11/2020

Tempo de leitura: 3 minutos

O radialista cajazeirense, Paulo Feitosa (43 anos), que atualmente trabalhava como locutor apresentador no sistema de rádio Mais FM, faleceu na manhã deste sábado (07Novembro2020), vítima de uma parada cardiorrespiratória.

Nesta sexta-feira (06Novembro2020), o radialista apresentou normalmente junto com o colega de bancada Wilson Furtado, o Programa Mais Debate, pela Mais FM 97.7 e 100.1, oportunidade em que o mesmo reportou ao colega Wilson Furtado que estava sentindo um desconforto no abdômen, na região do fígado justificando que em razão da dor não poderia fazer a cobertura da visita do governador João Azevedo, optando por procurar assistência médica para avaliação.

Após o Programa, que contou com a participação da candidata a Prefeita de Cajazeiras Denise Albuquerque, última entrevistada que encerrou o ciclo de entrevistas dos candidatos a Prefeito de Cajazeiras, Paulo Barbosa compareceu ao CDI (Centro de  Diagnóstico por Imagens) de Cajazeiras onde realizou um exame de ultrassonografia e foi atendido pelo médico Pablo Leitão, no qual segundo o próprio Paulo Feitosa, restou constatado no resultado do exame de imagem que o coração do radialista estava crescido.

Em um áudio postado pelo radialista na noite da sexta-feira (06Novembro2020), num grupo de interno de WhatsApp da Rádio Mais FM, o radialista já internado no Hospital Regional de Cajazeiras, relatou que foi diagnosticado com quadro clínico assintomático de Angina, e que por recomendação do médico Pablo Leitão se dirigiu ao Hospital Regional de Cajazeiras, onde restou constatado além da crise de angina, estava com o coração crescido e líquido no pulmão, razão pela qual ficou internado para tratamento médico.

Na manhã deste sábado (07Novembro2020) Paulo Feitosa teve agravado o seu quadro de saúde, vindo a sofrer duas paradas cardiorrespiratória, quando o mesmo não resistiu e veio a óbito. Segundo informações do HRC, Paulo foi internado com dor torácica intensa, dor abdominal e saturando oxigênio abaixo de 60% (os níveis normais são acima de 95%).

O diretor do Hospital Regional de Cajazeiras (HRC), Manoel Telemon, mais conhecido como Telminho, revelou que a causa da morte de Paulo Feitosa foi ocasionada por insuficiência cardíaca congestiva grave e de um derrame pleural bilateral. Telminho informou ainda que na manhã deste sábado (06Novembro2020) o radialista sofreu uma parada cardiorrespiratória e precisou ser reanimado. A equipe médica ainda conseguiu reanimá-lo, mas durante o processo de preparação para o translado do paciente para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, Paulo sofreu outra parada respiratória e não resistiu.

Filho do Pastor evangélico Francelino, o comunicador era bastante conhecido na região do alto sertão dos Estados da Paraíba, Ceará e do Rio Grande do Norte e contabilizava na sua carreira de radialista passagem em várias emissoras, a exemplo das Rádios Alto Piranhas, Difusora de Cajazeiras, Arapuan FM e comunitárias, todas em Cajazeiras (PB).

Atualmente ele estava no Sistema de Comunicação Mais FM nos Programas Mais Debates junto com o comunicador Wilson Furtado no horário das 12h00m às 14h00m e no Frente a Frente com J. França das 18h00m às 19h00m, de segunda à sexta-feira pelas Mais FM 97.7 e 100.1, ambos com produção de Clayton Amorim.

Quiz o destino que o comunicador Paulo Feitosa falecesse neste sábado (07Novembro2020), data em que é comemorado oficialmente no Brasil o Dia do Radialista. Seu corpo será sepultado na manhã deste Domingo (08Novembro2020) em Cajazeiras (PB).

NOTA DE PESAR

A ACI Associação Cajazeirense de Imprensa), vem através desta, lamentar profundamente o falecimento do companheiro radialista Paulo Feitoza ocorrido na manhã deste sábado (07), no HRC vítima de infarto.
Deixamos expressado nossos sentimentos de solidariedade, tristeza e luto, extensivo a todos os amigos, companheiros de trabalho e familiares, nesse momento tão difícil.

Paulo Feitoza era um profissional de qualidade, que já militou na maioria das emissoras de rádio de Cajazeiras, sempre com sua voz pujante, atuando nos principais programas jornalísticos e deixando sua marca e história. Atualmente, era âncora dos programas “Mais Debate” da Estação Mais FM 97.7 e 100.1 e “Frente a Frente”.

Seu falecimento pegou a todos de surpresa, pois, aos 45 anos tinha um futuro promissor na profissão que amava. Coincidentemente, sua partida aconteceu exatamente no dia 07 de novembro, dia do radialista, e isso, ficará marcado na nossa memória.

Seu corpo estar sendo velado na Central de Velório Memorial Esperança ao lado do Hospital Regional. O sepultamento ocorrerá por volta das 09h00 da manhã deste domingo (08).


Tags: Frente a Frente, HRC, locutor apresentador, Mais FM, parada cardiorrespiratória, Paulo Feitosa, Programa Mais Debates, UTI