Surf World Park: o novo parque aquático de João Pessoa

Em 27/11/2020

Tempo de leitura: 4 minutos

A cidade de João Pessoa, capital do Estado da Paraíba, deve ganhar dentro de dois anos o seu primeiro grande parque aquático. Com uma área total de 240 mil metros quadrados e investimento privado de cerca de R$ 500 milhões, o Surf World Park é um projeto do grupo espanhol IngeParks, famoso por construir diversos parques aquáticos na Espanha e outro lugares da Europa.

A promessa é de um complexo todo temático de surf, algo visualmente bem diferente do estilo tropical que estamos acostumados a ver nos parques aqui do Brasil.

O site especializado em turismo “Melhores Destinos” destacou a construção do Surf World Park, em João Pessoa. O local, que será um dos maiores do Brasil, foi tema de uma extensa reportagem no site.

Saiba tudo sobre o novo espaço de lazer a seguir.

Surf World Park: o novo parque aquático de João Pessoa

O Surf World Park será o primeiro grande parque aquático da capital paraibana. Ele terá capacidade para receber 12 mil pessoas por dia e cerca de 1,5 milhão anualmente. Nas redondezas de onde o parque será construído há uma área residencial habitada por mais ou menos 50 mil pessoas, todas estas potenciais visitantes do novo complexo.

As obras devem começar entre março e abril de 2021, com sua inauguração prevista inicialmente para o final de 2022. Ao todo, serão investidos cerca de R$ 500 milhões, valor que engloba também a construção de dois resorts anexo ao parque (vamos falar mais sobre eles a seguir).

O projeto é um investimento realizado pela Ingeparks, empresa que há mais de 20 anos trabalha no setor e já construiu diversos parques aquáticos tanto na Espanha como em outros países da Europa. A proposta é fugir do tradicional estilo tropical visto nos parques brasileiros e desta vez apostar em uma temática voltada para o surf. Então os visitantes podem esperar referências visuais baseadas nos lugares em que o esporte é praticado, como o Hawaii, Bali, Cloudbreak (Ilhas Fiji), Austrália e muito mais.

Além disso, tudo será pensado para apostar na sustentabilidade e preservação ambiental, sem contar que o espaço será 100% acessível para pessoas com deficiência. A ideia é utilizar somente 40% do espaço e deixar o restante para manter as reservas naturais da fauna e flora.

Atrações do Surf World Park

Quem visitar o novo parque aquático de João Pessoa terá acesso a diversas atrações interessantes para se refrescar no calor do Nordeste. Entre elas está uma piscina de ondas em que será possível até fazer aulas de surf, além de vários tipos de toboáguas espalhados pelas piscinas, um rio lento, área com comidas e bares, estacionamento, e muito mais.

A piscina de ondas promete surpreender, já que vai ter algo não tão comum nos parques aquáticos brasileiros: ondas em 360 graus, ou seja, formadas em todos os sentidos da piscina. Com isso será possível praticar surf, até com areia natural simulando uma praia. A piscina deve ter capacidade para gerar duas mil ondas por hora em até cinco formatos diferentes. O espaço será inspirado na australiana Surf Lakes, que tem como embaixador Mark Occhilupo, o ídolo do surf mundial.

Já o rio lento promete durante o trajeto passar por cavernas e cachoeiras, que compõem o cenário de natureza. Entre os toboáguas, serão vários tipos que vão desde os mais comuns, até outros mais elaborados como o conhecido “tapetinho“, em que os visitantes descem de bruços com quedas e curvas, proporcionando um pouco mais de adrenalina no brinquedo.

Resort em João Pessoa

O Surf World Park será anexo a dois resorts que serão construídos na área: o Ocean Palace Jampa Beach Resort e o Amado Bio & Spa Hotel. Será possível acomodar cerca de 1.500 hóspedes, o que representa um aumento de 12% na quantidade de leitos de hotéis disponíveis em João Pessoa.

O Ocean Palace terá uma área de 43 mil metros quadrados de construção, com 405 apartamentos, complexo de piscinas, quadras esportivas, quiosques, toboágua, restaurante com pratos regionais e internacionais, academia, bares, centro de convenções, e muito mais.

Já o Amado vai oferecer 240 quartos e sua concepção será baseada na sustentabilidade e voltado ao máximo para a natureza. Com isso é possível esperar muita criatividade na criação do espaços, com uma arquitetura integrada à natureza existente no local.

Onde será o Surf World Park

O novo parque aquático será instalado no Polo Turístico Cabo Branco, considerado o maior planejado do Nordeste com 654 hectares divididos em 35 lotes entre setor hoteleiro, animação, administrativo e eventos. O espaço está cercado pela maior reserva ambiental da Paraíba.

O que realmente impressiona é que o local está a cerca de 15 minutos do centro de João Pessoa, com fácil acesso e pertinho da orla da praia. É algo realmente diferente, já que muitos dos parques aquáticos pelo Brasil não ficam nas capitais e, sim, nos arredores.

Parques aquáticos no Brasil

O Brasil tem uma gama interessante de parques aquáticos, entre os mais famosos estão o Thermas dos Laranjais(Olímpia), Wet”n Wild (Itupeva), o Hot Beach(Olímpia), o Hot Park(Rio Quente) e o Beach Park(Fortaleza). Está sendo construído também o Acqualinda, que promete figurar entre os maiores do Brasil pelo seu tamanho.

Confira a seguir um comparativo:

Acqualinda: 371 mil m² (previsão para 2021)

Thermas dos Laranjais: 300 mil m²

Surf World Park: 240 mil m² (previsão para 2022/2023)

Wet”n Wild: 160 mil m²

Hot Beach: 90 mil m²

Park: 55 mil m²

Beach Park: 35 mil m²

Com a edificação do novo complexo milionário, João Pessoa ampliará a oferta de atrativos aos turistas que buscam desfrutar do refrescante calor da região Nordeste.


Tags: Amado Bio & Spa Hotel, capital paraibana, complexo todo temático de surf, grupo espanhol, IngeParks, João Pessoa (PB), Melhores Destinos, Ocean Palace Jampa Beach Resort, paraíba, parque aquático, Polo Turístico Cabo Branco, preservação ambiental, região Nordeste, reserva ambiental, reservas naturais, Surf World Park, Sustentabilidade, Turismo